Dicas de como reaproveitar água em casa e no condomínio

Sustentabilidade 24 de abril de 2022

É curioso pensar como um líquido incolor, inodoro e insípido pode ser o mais importante para a vida humana, não é? De toda forma, diante da questão climática, social e econômica do Brasil e do mundo, reaproveitar água tem se tornado fundamental para compensar a utilização desenfreada desse recurso natural.

A água é um dos elementos mais básicos do nosso dia: a usamos para, além de beber, cozinhar, lavar roupas, tomar banho, regar plantas e muitas ouras tarefas. Para as indústrias, ela também é indispensável.

Hoje, com a sustentabilidade em pauta há vários anos, sabemos da importância de cada um fazer sua parte nesse sentido, a fim de vermos mudanças verdadeiramente significativas. Que tal, dentro desse contexto, aprendermos como reaproveitar água em casa e no condomínio – mais especificamente, reaproveitar água cinza?

 

O QUE É ÁGUA CINZA?

As águas cinzas são aquelas residuais, que já foram utilizadas em chuveiros, lavatórios de banheiro, tanques e máquinas de lavar. Em outras palavras, são as águas que não entraram em contato com águas negras (estas, por sua vez, nunca devem ser reaproveitadas, pois já foram misturadas a fezes e urina). Pesquisas mostraram que 50 a 80% de esgoto residencial corresponde a águas cinzas. Ou seja, existe aí um enorme potencial de economia caso haja o seu reuso.

 

VANTAGENS DE REAPROVEITAR ÁGUA CINZA

Por que jogar fora grande parte da água utilizada em casa, quando podemos reutilizá-la em descargas, na lavagem de pisos e na rega de plantas, entre outros exemplos?

Só para se ter uma ideia, lavar de 8 quilos de roupa na máquina requer cerca de 100 litros de água, um volume suficiente para dar 16 descargas. A “reciclagem”, portanto, é mais que bem-vinda, concorda?

O que a gente ganha com essa atitude sustentável compreende, além da conservação dos recursos hídricos:

  • Economia na conta de água;
  • Alívio na demanda no tratamento de esgoto da rede;
  • Maximização da infraestrutura de abastecimento de água da rede;
  • Diminuição da poluição hídrica nos mananciais;
  • Reciclagem de nutrientes;
  • Estímulo do uso racional e da conservação de água potável.

 

COMO TER ESSAS VANTAGENS: 6 DICAS PARA REAPROVEITAR A ÁGUA

Reutilizar água envolve desde sistemas de ETAC (Estação de Tratamento de Água da Chuva), sistemas naturais utilizando plantas e até atitudes simples como estas:

 

1. PELA MÁQUINA DE LAVAR ROUPA

Para coletar a água cinza da máquina de lavar, basta conectar a mangueira corrugada à um reservatório.

A fim de não causar nenhum problema no aparelho, sempre se oriente pelas recomendações do fabricante.

 

2. PELA ÁGUA DA BANHEIRA

Aqui, é só recolher a água de dentro da banheira com baldes após o banho. O armazenamento pode ser feito também em um reservatório.

 

3. PELA ÁGUA DO CHUVEIRO

Aqui, é possível fazer a coleta com uma vasilha ou outro recipiente similar, mantendo-a do seu lado enquanto você toma banho.

O importante é que, independentemente da forma que você recolher a água, os reservatórios precisam estar fechados. Assim, mantém-se longe o mosquito Aedes aegypti. Além disso, tente apoiá-los em uma superfície plana e inacessível para crianças.

Outra observação essencial sobre o processo é em relação ao destino desse reaproveitamento do recurso: use-o livremente para lavar pisos, carros, jardins e dar descarga de bacias sanitárias. O reuso só não pode ser para fins potáveis, incluindo tomar banho com essa água ou dar banho em animais domésticos.

Já em prédios, prioriza água de reuso é ótimo para tornar um condomínio mais sustentável:

 

4. JARDINS DE CHUVA

Jardins de chuva são sistemas feitos para captar as águas da chuva. Eles também diminuem a chance de enchentes, pois retêm essa água até o momento em que ela possa se infiltrar de novo no solo, permitindo, então, o reaproveitamento.

É uma solução que, além de controlar inundações locais, aumenta a capacidade de infiltração da água.

 

5. CISTERNA SUBTERRÂNEA

Esse sistema é similar ao anterior, mas instalado em jardins, estacionamentos ou pavimentos permeáveis. Aqui, o reuso é de grandes quantidades.

 

6. REAPROVEITAMENTO DE ÁGUA NAS ÁREAS COMUNS

Em condomínios que possuem lavanderias e chuveiros coletivos e, portanto, consomem mais água que outros, é interessante implantar um sistema de reutilização mais complexo, interligado com o aparato hidráulico dessas áreas comuns.

A logística é que esse sistema de reaproveitamento da água seja instalado de maneira totalmente independente do de abastecimento de água potável e esgoto.

Agora que você está mais preparado para reaproveitar a água de casa e incentivar os condomínios a fazerem o mesmo, deixe um comentário contando o que achou das dicas e, se quiser, sugerindo outras.