Envie uma mensagem
Fale
via chat
Fale via whatsapp
BLOG

Sustentabilidade socioambiental: tudo o que você precisa saber

29/05/2020
ASSINE NOSSA NEWSLETTER:

A sustentabilidade socioambiental tem sido uma preocupação constante das novas gerações de consumidores, e por isso, na hora de comprar um imóvel, as pessoas têm optado por empreendimentos que adotam práticas sustentáveis. Além disso, construções ecoeficientes também ajudam na redução de despesas, como as contas de água e luz nos condomínios.

Diante dessa forte tendência, as construtoras já estão adequando os seus empreendimentos para atender às necessidades de seus clientes, ao mesmo tempo em que se preocupam com um menor impacto no meio ambiente. O Brasil é um dos pioneiros na prática da sustentabilidade socioambiental, ocupando a 4° posição no ranking mundial.

Se você quer saber mais sobre sustentabilidade socioambiental, continue a leitura!

Sustentabilidade ambiental

O conceito de sustentabilidade vem da preservação dos recursos naturais, com iniciativas e processos que conseguem atender as necessidades atuais, ao mesmo tempo em que mantém o que é preciso para garantir o bem-estar das futuras gerações.

A sustentabilidade na construção civil diz respeito àqueles imóveis que estão em sinergia com o meio ambiente. Ou seja, trata-se de imóveis projetados com o cuidado de produzir o mínimo impacto e danos ambientais, desde a construção até o uso pelos moradores.

As edificações sustentáveis, também conhecidas como green buildings, ganharam evidência nos anos 90, com a ECO 92, época em que surgiram as primeiras construções sustentáveis.

No entanto, somente agora, o mercado imobiliário vem sentindo uma grande procura por esse tipo de empreendimento e, por isso mesmo, as construtoras têm tido uma maior dedicação aos projetos sustentáveis.

Assim, estamos vivendo um verdadeiro “boom” dos projetos sustentáveis, e por isso, as construtoras contam com a ajuda da tecnologia para otimizar a sustentabilidade nos condomínios.

A sustentabilidade nos edifícios residenciais, e também comerciais, acontece desde a arquitetura da planta funcional do empreendimento imobiliário, passando pela compra de materiais e técnicas escolhidas durante a construção, até a captação e a utilização da água da chuva, entre outros aspectos que veremos a seguir.

Empreendimentos sustentáveis

Os empreendimentos sustentáveis têm ganhado cada vez mais espaço, tanto devido às questões ambientais, como também devido a fatores econômicos.

Na ECO 92, alguns documentos sobre o desenvolvimento sustentável foram protocolados. A partir daquele momento os protocolos de diversos segmentos que trabalham com o foco em sustentabilidade foram revisados, novos surgiram e as certificações ambientais foram criadas certificações.

Também conhecidas como selos, essas certificações comprovam que um empreendimento segue os protocolos de sustentabilidade que foram criados.

Todos os projetos que seguem a sustentabilidade socioambiental recebem um tipo de certificação para auxiliar as pessoas — sejam elas investidoras, compradoras ou não — na identificação de quais empreendimentos são construídos com baseados nos preceitos de sustentabilidade, como veremos a seguir.

Importância da certificação ambiental

As certificações ambientais garantem que a edificação está alinhada com as práticas de sustentabilidade dos órgãos certificadores competentes. Separamos os principais a seguir. Acompanhe!

Certificação LEED

Aplicado em 165 países, a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) é uma certificação de sustentabilidade concedida pela Green Building Council, organização não governamental que tem como objetivo promover ações de sustentabilidade para as construções civis em todo o mundo.

O empreendimento só recebe o selo quando:

  • investe em iluminação com lâmpadas de LED;
  • faz uso de material reciclado;
  • aposta no reaproveitamento hidráulico;
  • utiliza a energia solar, entre outras características.

Em 2018, o Brasil ocupava o 4° lugar no ranking global do LEED, ultrapassando os 460 empreendimentos certificados.

Selo Procel Edificações

O selo Procel é concedido para aquelas construções que apresentam características de eficiência energética nas seguintes categorias:

  • envoltória;
  • iluminação;
  • condicionamento de ar;
  • aquecimento de água.

A certificação pode ser concedida na etapa do projeto, sendo válida até a finalização das obras, e também renovada com a conclusão da edificação.

Para conquistar essa certificação, é preciso obter previamente a Etiqueta PBE Edifica — classe A. Essa certificação é emitida pela Eletrobrás após o empreendimento ser submetido a uma inspeção, que concede à construção o selo de Organismo Acreditado.

Certificação Aqua

Desenvolvida em 2008 a partir da certificação francesa Démarche HQE (Haute Qualité Environnementale), a Certificação Aqua de construção sustentável está totalmente adaptada às necessidades brasileiras. Para tanto, suas diretrizes foram refeitas para considerar as normas técnicas e a regulamentação vigente no país.

A certificação consiste na aprovação de 14 categorias, que são separadas conforme abaixo.

  • Melhores Práticas (MP): performance máxima nas operações de qualidade ambiental;
  • Boas Práticas (BP): desempenhos de boas práticas;
  • Base (B): prática corrente ou regulamentar.

Selo Casa Azul

Certificação criada pela Caixa Econômica Federal para empreendimentos financiados por ela. O objetivo é fomentar a redução de custos de manutenção de infraestrutura, água e energia, e fomentar o uso racional de recursos naturais.

Destaca-se por ser o primeiro sistema de classificação de sustentabilidade criado e desenvolvido para a realidade brasileira. O selo comporta 53 critérios de avaliação, separados em 6 categorias:

  • Práticas Sociais
  • Eficiência Energética
  • Conservação de Recursos Materiais
  • Qualidade Urbana
  • Projeto e Conforto
  • Gestão da Água

Para conquistar a certificação, a construção deve ser aprovada, obrigatoriamente, em 19 critérios. Existem critérios que são opcionais e, nesse caso, a edificação conquista o selo nível bronze, prata ou ouro, alinhado com o número de requisitos preenchidos.

Certificação GBC Brasil

A certificação para esses empreendimentos foi idealizada pelo GBC Brasil (Green Building Council Brasil). Chamada de GBC Brasil Casa, principal plataforma de certificação do país. Ela tem duas versões: uma para condomínios (tanto de casas quanto de apartamentos), quanto para residências unifamiliares.

A certificação GBC Brasil Casa é um desdobramento da Certificação LEED.

Preocupação das empresas

A sustentabilidade socioambiental também é uma preocupação de empresas que desejam construir uma marca forte, agregando valores tangíveis e intangíveis aos produtos e serviços comercializados.

Na construção civil, está relacionada a técnicas conscientes no uso de materiais, equipamentos e processos, e também à maneira como os moradores utilizarão o ambiente, formando um pensamento de cuidado e conhecimento acerca de suas ações e consumo.

Hoje, as construções sustentáveis são relacionadas aos progressos dos materiais sustentáveis, arquitetura e tecnologia construtiva.

Nesse cenário, a inovação na construção civil ganha o apoio da tecnologia para conquistar uma maior eficiência na utilização de recursos, com a diminuição do número de materiais utilizados, entre outras ações sustentáveis.

Ecoeficiência nas empresas

A ecoeficiência nas empresas tem como objetivo agregar mais valor aos negócios, e para isso, as organizações se comprometem a utilizar uma menor quantidade de materiais e energia, além de reduzir as emissões de poluentes, como o gás carbônico.

O World Business Council for Sustainable Development (WBCSD) faz a definição de ecoeficiência como sendo medidas que trazem mais qualidade de vida às pessoas, ao mesmo tempo em que reduz, de forma progressiva, os impactos ecológicos, a fim de não comprometer a capacidade da Terra.

De forma simplificada, a ecoeficiência significa produzir mais com menos. Com essas diretrizes as empresas serão capazes de otimizar as suas atividades, ao mesmo tempo em que conquistam um desempenho ambiental favorável, economizando e reduzindo os insumos em seus processos produtivos.

Assim, com base no mesmo conceito da ecoeficiência, e tendo em mente que a cultura do consumo (comprar, usar e dispor), a cultura ambientalista convencionou os 5 R’s, que compreendem:

  • Reduzir;
  • Reutilizar;
  • Reciclar;
  • Repensar;
  • Recusar.

Hoje, já são incorporados o Reaproveitar e Recuperar, dando origem aos 7 R’s.

A redução do impacto ambiental por meio dos 7 R’s requer a mudança de cultura, ou seja, a transformação de comportamentos e hábitos que fazem parte do dia a dia das pessoas que atuam nas organizações.

Empresas sustentáveis

A sustentabilidade pode agregar grande valor às empresas, tanto tangíveis quanto intangíveis. Por isso, algumas dessas organizações investem massivamente na sustentabilidade como uma forma de atrair e fidelizar seus clientes. Separamos algumas para você conhecer. Acompanhe!

Fábrica da Coca-Cola na Fazenda Rio Grande (PR)

A empresa Coca-Cola, no seu parque fabril no Paraná, é a primeira fábrica da marca no país a alcançar a certificação LEED na categoria New Construction. A certificação foi alcançada em 2012, quando a empresa comprovou que adora medidas sustentáveis no empreendimento.

O projeto arquitetônico gerou o mínimo de impacto para a comunidade, usando ferramentas tecnológicas que tornam a área construída de 20 mil m², em um terreno de 80 mil m², altamente sustentável.

Aproximadamente 41% da área total da planta está destinada a espaços abertos para a vegetação. Outras iniciativas ecoeficientes são:

  • telhado verde, considerado o maior da América Latina;
  • sistema de captação de água da chuva;
  • área de lazer projetada para o descanso dos colaboradores;
  • vagas de estacionamento destinados aos funcionários que oferecem carona aos colegas de trabalho.

O investimento ultrapassou os R$ 4 milhões.

A Companhia de Bebidas das Américas (AMBEV)

A AMBEV também adota práticas de sustentabilidade ao reciclar e retirar o mínimo da natureza para preservar os recursos naturais da Terra. Trata-se de uma empresa de capital aberto, sendo a maior no segmento de bebidas da América Latina, e a maior indústria privada do país de bens de consumo.

Devido à sua importância para a economia brasileira, e também buscando as melhores práticas sociais, dedicou-se a analisar as suas boas práticas com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável em toda a sua cadeia produtiva. Suas ações atuam nas três dimensões da sustentabilidade: ambiental, econômica e social.

Com relação ao seu compromisso ambiental, a empresa tem se posicionado através de atividades econômicas de maneira ecoeficiente. Para isso, recicla e retira o mínimo da natureza com o objetivo de preservar os recursos naturais, e faz uso consciente da água. Para manter a sua competitividade no mercado, utiliza a tecnologia para minimizar o impacto ambiental.

Sustentabilidade no setor imobiliário

Além das obras e edificações, a sustentabilidade socioambiental também pode ser implantada em todo o setor imobiliário, incluindo os escritórios de construtoras e imobiliárias.

O objetivo é fazer com que os clientes percebam esse valor em toda a cadeia de comercialização dos empreendimentos, o que gera um maior valor percebido.

Por isso, diversas empresas do setor estão usando recursos tecnológicos, como aplicativos, para diminuir os impactos ambientais e também reduzir o volume de documentos impressos.

É importante destacar a redução do uso de papéis, visto que todo o fluxo de trabalho pode ser administrado por meio de dispositivos eletrônicos, como smartphones e computadores.

Isso significa uma economia de energia para cada 500 folhas de papel de:

  • 100 mil litros de água;
  • 5 mil kWh de energia;
  • 3,5 kg de gás carbônico (CO2);
  • 50 a 60 eucaliptos.

Além dos recursos naturais, essa economia também significa uma importante redução de custos, que pode ser utilizado em outras áreas da empresa, ajudando assim, na sustentabilidade do negócio.

Benefícios de um empreendimento sustentável

O alto desempenho econômico, social e ambiental são as principais razões para se investir em empreendimentos sustentáveis. Além disso, o fato dos benefícios serem altamente duráveis e abrangentes, também deve ser considerado.

Tendo em vista o atual perfil dos consumidores, as iniciativas sustentáveis são um importante fator para a valorização do imóvel, tanto para investidores, quanto para quem deseja morar.

Separamos para você os principais benefícios ao optar por um imóvel sustentável. Acompanhe!

Economia

Os imóveis sustentáveis têm um custo de produção igual ou maior que os construídos nos modelos antigos. Assim, é normal aguardar que o retorno de investimento seja realizado tanto pela maior valorização comparativa do imóvel, quanto pelo menor custo operacional após a entrega do projeto.

Logo, além da utilização inteligente dos recursos e materiais na hora de reformar ou construir, ainda existem os sistemas de economia de luz, água e outros, que colaboram para medidas de uso sustentável dos recursos no dia a dia de residências e empresas.

Qualidade de vida

Um ambiente arejado e iluminado pelo sol, aproveitando os recursos da natureza, aliado a uma arquitetura inteligente — sem precisar de grandes investimentos que impulsionam os excessos de consumo, a exemplo do ar-condicionado — colabora para uma maior qualidade de vida dos habitantes do imóvel.

Além disso, nos empreendimentos sustentáveis é possível apostar em uma estética equilibrada, que gera diversos benefícios para os moradores e frequentadores do ambiente.

Todas essas ações impactam inclusive na saúde das pessoas que usufruem desses espaços, ao mesmo tempo em que eleva a sua disposição, motivação e autoestima.

Consciência ambiental

Mesmo para quem não se preocupa tanto com a questão ambiental, ao vivenciar as oportunidades e vantagens de viver em um ambiente sustentável, isso acaba despertando no indivíduo um nível de consciência maior, e ele passa a valorizar as práticas sustentáveis no seu dia a dia.

Além disso, as práticas ecoeficientes seguem um movimento global de busca por uma vida mais saudável.

Práticas de sustentabilidade socioambiental

Até aqui você já deve ter percebido que, de forma resumida, para os empreendimentos serem considerados sustentáveis, eles precisam seguir três questões básicas:

  • o consumo de energia limpa;
  • gerenciamento da água;
  • o reaproveitamento máximo, gerando o mínimo de lixo.

Nesse cenário, um fator relevante a considerar é que, pensando que os imóveis sustentáveis ainda têm muita oportunidade de crescimento no mercado, isso indica que o potencial de valorização dos empreendimentos que adotam essas práticas podem ser enormes.

Ou seja, o fator sustentabilidade socioambiental deve ser considerado na hora de fazer a escolha da compra do imóvel! Veja algumas práticas e soluções que as construtoras têm adotado nas edificações sustentáveis:

  • neutralização do carbono gerado na obra;
  • reciclagem de resíduos e entulhos, oriundos da construção civil;
  • horta orgânica;
  • energia fotovoltaica;
  • Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos — PGRS para separação e destinação correta do lixo gerado;
  • piso constituído por lajotas permeáveis;
  • uso da água da chuva para regar hortas e jardins;
  • transformação de resíduos orgânicos em adubo para jardins e hortas, por meio de compostagem;
  • tratamento de esgoto natural, utilizando de bacias de evapotranspiração, entre outros.

Essas medidas já são adotadas pelas construtoras empenhadas em gerar mais valor para o investidor e garantir bem-estar para os moradores. Outras ações simples que podem ser implementadas para utilizar a sustentabilidade ambiental a favor do empreendimento são:

  • limpeza “verde” com o uso de produtos sem cloro;
  • troca de lâmpadas comuns por LEDs;
  • coleta seletiva;
  • uso de metais sanitários eficientes;
  • controle do tabaco;
  • substituição por torneiras automáticas, entre outros.

Assim, a sustentabilidade contribui para um ambiente mais eficiente, saudável e econômico, gerando valor percebido para o cliente, ao mesmo tempo em que colabora para a preservação dos recursos naturais do planeta.

Características imóveis sustentáveis

Os imóveis sustentáveis têm uma série de particularidades, a fim de aproveitar ao máximo os recursos naturais, ao mesmo tempo em que otimiza o uso racional de uma série de equipamentos.

Entre as práticas sustentáveis mais conhecidas estão a utilização de sistemas elétricos e hidráulicos, que tornam possíveis a economia e uso racional de água e energia. Esses mecanismos são projetados para aproveitar ao máximo os recursos naturais e evitar o desperdício de recursos.

Os projetos arquitetônicos ecológicos também são idealizados para evitar danos ao meio ambiente, prezando pela não geração de poluentes para a água e o ar, evitando o desmatamento e a contaminação de solos.

Outro importante fator na construção de imóveis sustentáveis é a implantação de sistemas térmicos, cujo objetivo é diminuir o uso de aparelhos de ar-condicionado.

Para isso, uma das soluções mais práticas é a adoção dos telhados sustentáveis, que além de aumentar a área verde da construção, ainda reduzem o calor interno dos imóveis nos dias mais quentes.

Além disso, são características de imóveis sustentáveis:

  • a utilização de madeiras com origem legal, ou seja, certificadas;
  • utilização, sempre que possível, de materiais de construção recicláveis e reutilizáveis;
  • aproveitamento máximo a iluminação natural (do sol);
  • instalação de sistema de aquecimento solar;
  • uso de sistema de captação de águas de chuva para o uso interno;
  • aproveitamento máximo de materiais de construção e acabamento, evitando o desperdício;
  • quando possível, o plantio de árvores e jardins.

Os empreendimentos sustentáveis têm papel preponderante para a preservação dos recursos naturais. Além disso, apresentam benefícios tanto para o meio ambiente quanto para os moradores, ao mesmo tempo em que promovem uma significativa redução de custos.

Exigências dos clientes ao contratar uma construtora

Atualmente, as pessoas desejam, além da confiabilidade, qualidade no acabamento e a garantia da entrega, uma boa experiência de compra ao adquirir um imóvel.

Além disso, procuram por imóveis ecoeficientes, que garantam uma melhor qualidade de vida e também a redução de despesas do condomínio, e do próprio imóvel, à medida que torna mais barato o custeio de infraestrutura como água e energia, além de outros recursos.

No entanto, o cliente também tem a consciência de que um imóvel sustentável e eficiente tem grandes chances de valorização no mercado imobiliário, o que também é um importante fator a ser considerado pelos investidores.

É por isso que os clientes buscam por construtoras que oferecem projetos sustentáveis, já que um imóvel com essas características pode ser valorizado em 29%, sendo que esse índice cresce a cada ano.

Assim, para investidores e clientes que apostam nos empreendimentos sustentáveis, os lucros com o investimento aparecem de forma recorrente.

Não podemos deixar de destacar, mais uma vez, que para os moradores, os empreendimentos sustentáveis presentam uma importante economia, diminuindo consideravelmente as despesas do imóvel e do condomínio, se comparado ao modelo tradicional de construção.

Assim, ao contratar uma construtora, além de validar a reputação dela no mercado, verificar se existem pendências junto aos órgãos responsáveis, e entrar em contato com pessoas que já compraram imóveis da empresa, é preciso verificar também se a construtora adota as práticas sustentáveis em seus projetos arquitetônicos.

Sustentabilidade ambiental na Construtora Sudoeste

A sustentabilidade é um dos pilares da Construtora Sudoeste. Pensamos em construir aproveitando ao máximo os recursos naturais, para poder construir sempre. Assim, atuamos pensando no cliente, no meio ambiente e nos nossos colaboradores, para entregar os projetos mais sustentáveis de Belo Horizonte e região.

Em 29 anos de atuação no mercado, já são centenas de unidades entregues seguindo os padrões internacionais de sustentabilidade e ecoeficiência, e adotamos em nossos lançamentos imobiliários o que existe de melhor para oferecer mais qualidade de vida às pessoas.

Entre os nossos valores estão a geração de experiências encantadoras para o cliente em todas as fases do relacionamento. Para isso, projetamos e construímos empreendimentos contemporâneos, sustentáveis e de qualidade.

Como vimos ao longo desta leitura, a sustentabilidade socioambiental é uma forte tendência no mercado imobiliário, e por isso, as construtoras mais eficientes já estão adequadas às exigências dos consumidores e às práticas de órgãos internacionais.

Apesar de alguns empreendimentos apresentarem um custo maior de aquisição, os imóveis sustentáveis seguem valorizando ao longo do tempo, já que o morador usufruirá de benefícios que proporcionarão a ele uma significativa redução de despesas, a depender das soluções sustentáveis utilizadas no projeto.

A Construtora Sudoeste está pronta para oferecer a seus clientes o que existe de mais eficiente em sustentabilidade ambiental, contribuindo para um estilo de vida mais alinhado com as exigências dos novos tempos.

Se você gostou deste artigo sobre sustentabilidade socioambiental, entre em contato para saber mais sobre os nossos empreendimentos e soluções!


ASSINE NOSSA NEWSLETTER: