Envie uma mensagem
Chat
online
Fale com um consultor
Fale via whatsapp
BLOG

Rentabilidade de investimentos: saiba o que é e como calcular

20/03/2019

Às vezes, quando se tem um dinheirinho sobrando, muitas pessoas acabam optando por investir, pois dessa forma é possível ter um retorno desse valor futuramente. Porém, para que essa opção seja benéfica, é muito importante que a aplicação seja rentável, podendo ser a compra de um imóvel ou até mesmo um depósito na poupança. Por isso, vale a pena conhecer a rentabilidade dos investimentos.

Existem diversas opções para se investir e não deixar o seu dinheiro parado e, para avaliar entre as modalidades, você pode fazer o cálculo da rentabilidade dos investimentos a fim de escolher aquele que vai dar a você um melhor retorno financeiro e que não dê problemas posteriormente. Contudo, muitas pessoas não sabem fazer esse cálculo e não conseguem avaliar qual a melhor opção.

Pensando nisso, preparamos para você um passo a passo de como calcular a rentabilidade de investimentos! Continue por aqui e veja também o que é essa rentabilidade e como é importante conhecê-la antes de investir em alguma coisa. Vamos lá?

O que é a rentabilidade de investimentos?

A rentabilidade nada mais é do que o retorno de uma quantia que foi investida. Por exemplo, quando você faz um investimento de R$ 5.000,00 e, no final do tempo determinado, tem um retorno de R$ 7.500,00, isso quer dizer que houve uma rentabilidade para o seu investimento. Nesse caso, o lucro foi de 50% do valor aplicado, visto que ele manteve o valor inicial e ainda produziu um ganho de R$ 2.500,00.

Essa rentabilidade pode ser dividida e classificada em três modalidades. A primeira é a rentabilidade nominal, que é o valor bruto total que um investimento rendeu durante o tempo aplicado. Geralmente ela é informada pela sua instituição financeira.

Existe também a rentabilidade líquida, que é a nominal após serem descontados os custos que envolvem o investimento, sendo eles as taxas e os impostos que você deve pagar.

Por fim, há a rentabilidade real, que se trata de quanto a sua aplicação rendeu depois de descontar a variação da inflação. Essa última é a rentabilidade que realmente vale a pena ser considerada no mercado financeiro. Isso se deve ao fato de que a rentabilidade real é que vai garantir o aumento do seu patrimônio.

Por que é importante verificar a rentabilidade antes de realizar o investimento?

Todo mundo que pensa em aplicar o dinheiro em algum investimento deve calcular e conhecer um pouco sobre o rendimento que as diversas opções oferecem. Dessa forma, é possível decidir entre a melhor decisão a tomar.

Por conta disso, o cálculo da rentabilidade se torna fundamental para determinar até uma possível realocação do dinheiro ou aplicar mais em determinado investimento, bem como continuar ou mudar de corretora de valores. Sendo assim, o investidor terá um controle em mãos sobre todo o negócio que está fazendo e poderá aproveitar as melhores oportunidades.

Mesmo assim, existem muitas pessoas que não levam a rentabilidade real a sério e nem a consideram na hora da escolha, para verificar a lucratividade. Muitas vezes, o banco, a corretora ou o gestor do fundo de investimentos apresentam os dados, porém é muito raro encontrar aplicações realizadas por diferentes instituições que tenham variação equivalente.

E quando o cálculo fica por conta do investidor, esse dado acaba sendo deixado de lado, muitas vezes porque as pessoas não sabem como calcular a rentabilidade.

O que considerar na hora de calcular a rentabilidade?

Faz-se necessário entender qual a melhor forma de rentabilidade do investimento antes de tomar qualquer decisão. Assim, você pode realizar seus planos sem a chance de ter problemas.

Existem investimentos que têm alta volatilidade, como o mercado das ações, porém eles carregam consigo um grande risco ao seu dinheiro. Isso se deve ao fato de que é muito difícil identificar a rentabilidade dessas aplicações, já que ela vai depender bastante do desempenho de cada ação, que pode cair ou subir instantaneamente. Existem casos de ações que começam o dia em alta e terminam em baixa, gerando prejuízos para os investidores.

O mercado imobiliário também traz chances de bons investimentos e tem uma grande rentabilidade. Muitas pessoas optam por investir seu dinheiro na compra de imóveis, seja para alugar, seja para colocá-los à venda. Dessa forma, é possível obter um retorno, que geralmente acontece de médio a longo prazo, vai depender da modalidade escolhida para a aquisição do imóvel e da valorização do bem no mercado.

Todo o cálculo da rentabilidade envolve vários aspectos, entre eles está o tempo total do investimento e o risco da aplicação, bem como as taxas e os impostos que envolvem o negócio, a inflação, entre outros fatores. Dessa forma você conseguirá confiar no investimento que está fazendo e terá uma referência do retorno financeiro que receberá.

Impostos, taxas e inflação

Os impostos devem ser sempre considerados na hora de calcular a rentabilidade, uma vez que você precisa quitar esses valores para a liberação da rentabilidade real do seu investimento.

Isso também vale para as taxas administrativas, que são cobradas pelas empresas responsáveis pelos investimentos, como corretoras de valores ou bancos.

É necessário, ainda, levar em conta a variação da inflação, visto que é um fator que afetará diretamente o resultado final do rendimento de acordo com o tempo em que o dinheiro ficará aplicado.

Fórmula Básica

Para a realização do cálculo, existe uma fórmula básica que o investidor pode seguir para conhecer a rentabilidade dos diferentes tipos de investimento: Rentabilidade = ((Rendimento – Impostos e Inflação) x 100) / Valor Investido.

O valor do seu rendimento muitas vezes pode ser dado pelas instituições financeiras nas quais você vai aplicar o dinheiro, bem como os impostos e a taxa de inflação. Dessa forma, você terá todos os dados necessários para conhecer a rentabilidade.

Para entender melhor a aplicação da fórmula, veja um exemplo: o valor aplicado para determinado investimento é de R$ 10.000,00. Esse investimento acumula uma rentabilidade nominal (valor bruto) de R$ 7.000,00, em que serão descontados R$ 500,00 para taxas, impostos e inflação.

Aplicando a fórmula teremos: Rentabilidade = ((7.000 – 500) x 100) / 10.000. Rentabilidade = 65%

O investimento deu um retorno de 65% a mais juntamente com o valor investido, ou seja, poderá ser recuperado dessa aplicação um total de R$ 16.500,00.

Por fim, vale ressaltar que todo investimento vai depender bastante da forma como estiver o mercado no momento. Por exemplo, no caso do mercado de imóveis, ele está em um bom momento, se recuperando de um período de baixa e trazendo grandes expectativas de melhoria para se investir.

Gostou de aprender um pouco mais sobre como calcular a rentabilidade de investimentos e ficou interessado em ver mais conteúdos como este? Então, continue por aqui e aprenda a fazer os melhores investimentos imobiliários!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER: