Envie uma mensagem
Fale
via chat
Fale via whatsapp
BLOG

5 tipos de revestimento moderno para empreendimentos de alto padrão

15/06/2020
ASSINE NOSSA NEWSLETTER:

5 tipos de revestimento moderno para empreendimentos de alto padrão

São muitos os tipos de revestimento de luxo que agregam valor à obra e ampliam os ganhos no momento da venda dos imóveis. Conhecer revestimentos de qualidade é a melhor forma de garantir uma arquitetura harmônica e sofisticada, privilegiando o estilo de cada profissional e potencializando o poder de venda.

Muito além de uma questão funcional, usar materiais de qualidade, do piso às paredes, proporciona a valorização ao projeto. Mas, considerando a quantidade de opções de revestimento no mercado, é importante conhecer todos para saber quais deles aumentam e quais diminuem o valor do imóvel. Não há nada mais decepcionante do que descobrir que a escolha do revestimento favorito foi inadequada para o projeto que você tinha em mente!

Por isso, separamos no texto a seguir os 5 tipos de revestimentos essenciais para você conhecer e montar uma composição sofisticada e de qualidade indiscutível em suas obras e reformas. Acompanhe!

1. Porcelanato

Devido às suas diversas vantagens, o porcelanato é um dos materiais mais procurados no mercado. Mas, mesmo que já tenhamos uma ideia do que desejamos, o processo de escolha pode ser confuso. Ao visitarmos uma loja de revestimentos, encontramos uma incrível variedade de opções para o projeto.

Porcelanatos de diferentes tamanhos, cores, padrões, texturas e muito mais competem por nossa atenção, juntamente com uma grande variedade de preços. Conheça os modelos!

Polido

É o tipo mais comum de porcelanato. Indicado para projetos de ambientes modernos, esse material faz jus ao nome ao receber uma camada de proteção e polimento. Esse processo permite uma superfície bem lisinha e com um brilho vívido. Mais utilizado em espaços secos, como salas, corredores e quartos.

Apresenta alta resistência e é de fácil cuidado. É conhecido como técnico, já que tem uma grande durabilidade e assegura o uso por muito tempo, mantendo as características inicias, como a cor e o brilho.

Esmaltado

Caracterizado pela camada esmaltada que permite ser estampado com diferentes desenhos e acabamentos, pode ser liso, áspero, brilhante ou fosco, o que o faz ser indicado para diversos projetos.

Ao escolher esse modelo, é preciso verificar o PEI, nome que indica a resistência do porcelanato. Quanto maior for, mais resistente é o esmalte e, portanto, terá maior duração. Tendo características parecidas com as de cerâmicas, não necessita de manutenção constante e é fácil de cuidar.

Struturato

Diferencia-se pelo acabamento mais forte e áspero, por apresentar material antiderrapante. Indicado para áreas úmidas, como banheiros, áreas de lazer e varandas.

Natural

Com superfície fosca, deixa o ambiente mais aconchegante. Não apresenta acabamento, polimento ou esmaltação. Por isso, é mais indicado para ambientes externos residenciais ou em arquiteturas comerciais. Tem alta resistência.

Acetinado

A aparência acetinada é devida ao acabamento com menos brilho. Indicado para quem deseja ambientes internos mais aconchegantes, como quartos e salas. Por causa do pouco brilho, sua conservação é maior, já que apresenta poucas chances de riscos e manchas.

2. Madeira

Por muito tempo a madeira foi protagonista em projetos arquitetônicos de luxo. Por ser um material orgânico, proporciona maior aconchego e vividez ao ambiente, além de dar o toque de exuberância que só é possível com esse material. Sua aparência natural muitas vezes não requer decoração ou tratamento adicional.

Mas é exatamente por conter essas características que a sua utilização em pisos tem baixa resistência à umidade e apresenta alto custo. Por isso, a madeira muitas vezes é substituída por revestimentos artificiais que a imitam, como porcelanato e vinílico, que exibe mais vantagens quando o tema é custo e limpeza. Conheça os principais modelos!

Piso laminado

É o material mais procurado de revestimento em madeira. É indicado para diversos tipos de projetos de decoração, contemporâneos e clássicos, pois tem grande versatilidade, sendo encontrado em cores e modelos de madeira diferentes e usado em todos os ambientes.

Apresenta um bom custo-benefício e tem fácil aplicação quando comparado a outros revestimentos do mesmo tipo. Seu acabamento não requer aplicação de verniz. É comprado em peças prontas que são colocadas em uma manta de polietileno. Tem menos resistência à umidade e ao sol, mas sua limpeza é bem simples, bastando um pano úmido.

Assoalho/tábua corrida

Fabricado com madeira natural, seu custo é mais elevado. Suas tábuas são dispostas paralelas umas às outras sobre um contrapiso nivelado. Tem aplicação envernizada e seu acabamento apresenta um ambiente rústico e de sofisticação.

Há várias opções de modelos, com tamanhos e espessuras diferentes, cabendo em diversos projetos. Em geral, os imóveis com esse tipo de revestimento moderno tem um alto valor no mercado, principalmente quando são utilizadas madeiras nobres, que aumentam a preservação e a beleza do piso. É um diferencial para a negociação de venda.

3. Vinílico

Indicado para áreas secas, com material em PVC, tem fabricação integralmente sintética e um preço bem inferior quando comparado aos revestimentos que reproduzem. Com a ajuda de tecnologia, imita fielmente a aparência de revestimentos naturais. Consegue conciliar funcionalidade e beleza e, por isso, está presente cada vez mais em arquiteturas residenciais e comerciais.

Tem uma vasta gama de cores e pode combinar com qualquer estilo de decoração. Encontramos no mercado vinílicos até mesmo hipoalergênicos. Além de dar um ar aconchegante, são mais frios que a madeira natural e trazem conforto acústico.

4. Quartzo

A elegância do quartzo está presente em banheiros, cozinhas, mesas e bancadas. Altamente resistente, sua variedade de tonalidades leva beleza aos imóveis e é considerado mais que um tipo de revestimento moderno, mas um material essencial de decoração.

Sua aparência brilhante pode durar por muitos anos, bastando poucos cuidados. A luz solar pode danificar de sua estética original, por isso, é recomendado para ambientes internos. Também é preciso ter cuidado com superfícies quentes, como panelas.

5. Cimentício

Fabricado com materiais naturais, são placas de concreto, geralmente misturadas com pequenas pedras naturais. Essa formação possibilita diversas opções de cores, texturas e figuras diferentes. Pode ser usado em variados lugares, como pisos, fachadas, salas, piscinas e banheiros. Nos ambientes internos, o simples toque de uma parede em um bonito cimentício faz toda a decoração do ambiente ganha mais valor.

Sendo um produto natural, é considerado um revestimento sustentável. A produção tem pouco gasto de energia e praticamente não há desperdício de material. Outa vantagem é ser resistente e conseguir compor ambientes rústicos e modernos.

Com tantos tipos de revestimento, escolher a opção mais correta não é fácil. O importante é sempre estar atento às novidades do mercado e buscar o material mais adequado para agregar valor ao seu projeto. Além da aparência elegante, outras questões devem nortear a escolha, como resistência, ambiente próprio para o material e, claro, o preço.

Agora que já conhece os principais revestimentos de luxo, entre em contato conosco. Estamos à disposição para transformar os seus projetos de arquitetura!


ASSINE NOSSA NEWSLETTER: